França

 

Países

Titular do posto: José Filipe Mendes Morais Cabral

apresentou credenciais em 22 de Fevereiro de 2013


Relações Diplomáticas:

  • Em 1485 D. João II e Carlos VIII de França celebram um Tratado de Aliança e Comércio.
  • Em 1536 é assinado o Tratado de Amizade e Aliança entre D. João III e Francisco I de França.
  • Em Janeiro de 1641 foi enviada a primeira Embaixada a França, liderada por Francisco de Melo e António Coelho de Carvalho, secretariados por João Francisco Barreto. A Coroa francesa tinha apoiado a Restauração, pelo que a diplomacia portuguesa desejava celebrar uma “liga formal”, no contexto da Guerra dos Trinta Anos e do conflito da França com a Casa de Áustria.
  • Em 1 de Junho de 1641 é assinado em Paris o Tratado de Confederação e Aliança entre D. João IV e Luís XIII, o qual apesar de não consignar a "liga formal" continha um conjunto de garantias de que a França continuaria a apoiar a independência e soberania de Portugal.
  • Durante o Congresso de Paz de Vestefália, os plenipotenciários portugueses foram impedidos de participar por oposição de Castela, tendo os seus interesses sido representados em larga medida pela França.
  • Em 7 de Novembro de 1659 foi assinado o Tratado dos Pirenéus que estabeleceu a paz franco-espanhola, com cláusulas que rescindiam os compromissos franceses relativamente ao reconhecimento da soberania portuguesa.
  • A Aliança com a França foi retomada em 31 de Março de 1667 com a assinatura do Tratado de Liga Ofensiva e Defensiva, por 10 anos, entre D. Afonso VI e Luis XIV de França.
  • No plano político e diplomático as relações entre Portugal e França ao longo do século XVIII, foram recorrentemente marcadas pelas guerras europeias. 
  • Sem prejuízo dos diversos conflitos, as relações diplomáticas foram protocolares e continuadas por sucessivos Chefes de Missão da Corte de Versailles. Depois de uma breve aproximação diplomática, começaram, no quadro da Guerra da Sucessão de Espanha, pela ocupação de Castelo Branco e outras povoações fronteiriças portuguesas, em 1703, pelas tropas franco-espanholas, assinalada também por um ataque francês ao Rio de Janeiro. 
  • Em Agosto de 1715, o Conde da Ribeira Grande faz a sua entrada pública em Paris e são reatadas as relações diplomáticas luso-francesas, interrompidas desde 1704, devido à Guerra de Sucessão de Espanha.
  • Depois de uma prolongada acalmia, no contexto da consolidação da aliança diplomática entre Portugal e Inglaterra, o início da década de 1760 ficaria assinalado por uma nova tentativa de invasão espanhola, apoiada pela França. E já nas sequelas da Revolução Francesa, a última década do séc. XVIII e as primeiras décadas do século XIX ficariam marcadas por sucessivos recontros bélicos com os franceses ou seus aliados, enquanto prosseguiam paralelamente tentativas de pacificação diplomática que não chegariam, porém, para impedir as invasões francesas a partir 1807 (corte de relações diplomáticas).
  • Em 10 de Novembro de 1910 a França reconhece a República Portuguesa.
  • Em 30 de Abril de 1974 a França reconhece o novo regime português.

Primeira Enviatura:

  • Em Março de 1641, faz a sua entrada pública em Paris a Embaixada conjunta chefiada por Francisco de Melo e António Coelho de Carvalho.

Titulares dos Cargos: