Registo da Memória do Mundo 

Livro de Vistos concedidos por Aristides de Sousa Mendes

O Comité Consultivo Internacional do Programa Memória do Mundo, na sua reunião realizada em Paris, na sede da UNESCO, entre 24 e 27 de outubro p.p., recomendou a inscrição de 78 novos bens no Registo da Memória do Mundo entre os quais o Livro de Registo de Vistos concedidos por Aristides de Sousa Mendes.

Este livro constitui um testemunho único da II Grande Guerra e do drama vivido por milhares de refugiados. Revela-nos também alguém que, embora conhecendo as consequências desastrosas que iria sofrer, manifestou um respeito incondicional pelos direitos humanos. Cada nome que figura nesta lista lembra-nos uma vida que foi salva ou, em muitos casos, uma família inteira. No contexto da guerra, quando a Europa enfrentava um tremendo desastre, o avanço da ocupação Alemã impeliu dezenas de milhar de refugiados a fugir, na esperança de conseguir sair de França, pela fronteira sul, para Espanha e Portugal. 

No Livro de Registo  constam os vistos concedidos por Sousa Mendes entre os dias 14 e 21 de junho de 1940 mas, de acordo com vários testemunhos, sabemos que muitos mais foram sendo dados, inclusivamente na própria fronteira, não havendo tempo para se proceder ao seu registo dadas as condições de guerra que se viviam.  O livro foi digitalizado, está acessível on line.

Para mais informações aceda ao site Vidas Poupadas