ABRIMOS ESTE NÚMERO da revista com um artigo de António Monteiro que traça – com a memória de quem viveu de perto esses acontecimentos – o percurso do envolvimento externo, nomeadamente dos Estados Unidos, em Angola, desde a guerra colonial até ao...

Penso que Maquiavel quem disse que se pode encarar a morte de um pai com compostura, mas o esbanjamento da sua herança leva-nos ao desespero. Como não pretendemos ser maquiavélicos, é a passagem de testemunho aqui na “Negócios Estrangeiros” que é...

Em Setembro de 2001 regressou o Verão do nosso descontentamento. Enquanto a América e a Europa dormiam, embaladas pelos sonhos optimistas da globalização e de um mundo sem conflitos significativos, havia quem trabalhasse para um futuro diferente....

INOVAR NÃO É REFORMAR. Na relação entre Estados a inovação é raramente acolhida sem resistência. Em regra, a previsibilidade é preferível à alteração de uma qualquer ordem, ou aparência de ordem, estabelecida. Esta constatação parece perceptível...

“NEGÓCIOS ESTRANGEIROS” é uma publicação semestral que tratará, em primeira linha, de temas ligados à acção do Ministério a que pertence. Este objectivo deverá ser aqui referido sem qualquer ambiguidade. Numa perspectiva mais ampla, a revista...