No Sábado, 18 de maio, a partir das 14h30, celebramos o Dia Internacional dos Museus, e a Noite Europeia dos Museus.

No Espaço Memória dos Exílios, discutimos a música jazz entre 1933 e 1945, e os papéis que desempenhou no Terceiro Reich enquanto método de resistência e/ou objeto de propaganda.

‘Para nós, tudo era um mundo de grande anseio… a vida ocidental, a democracia

– tudo estava ligado – e ligado pelo jazz.’

Começamos por perceber porque era o jazz considerado ‘Entartete Musik’ (música degenerada), e os seus concertos e danças proibidos.

Falamos sobre os grupos de jazz que atuaram em campos de concentração, e sobre a Swingjugend, movimento juvenil alemão de resistência ao nazismo, que se reunia clandestinamente para ouvir jazz e dançar swing.

De seguida, teremos um workshop de lindy-hop/swing, com monitores da Swing Station. O workshop é gratuito, mas requer marcação por este email.

Encorajamos os participantes a trajarem à época - como em Swing Fever , filme de 1943, https://www.youtube.com/watch?v=tdMS2R0J7-I

DiaInternacionalMuseus

(Os Ghetto Swingers tocam em Terezin, o filme de propaganda Nazi sobre a vida no campo de concentração de Terezin, realizado por Kurt Gerson)

  • Partilhe