Líbia


 

As relações de Portugal com os países do Norte de África são antigas.
É na época moderna, principalmente entre os meados do século XIX e princípios do século XX, que essas relações se intensificam pelo desenvolvimento do comércio marítimo e por via dos Consulados de Portugal existentes nessa região.
As relações comerciais de Portugal com a Líbia nem sempre foram muito desenvolvidas até porque este país só na segunda metade do século XX se torna independente.
A partir de 1835 a Líbia passa a ser administrada directamente pela Turquia.
Em 1912 torna-se uma colónia italiana depois da guerra entre a Itália e a Turquia e só nos anos 50 consegue a sua total independência.


 

Cópia de telegrama do Ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal para Hamoud Muntasser em Tripoli datado de Lisboa 18 de Janeiro de 1952.

Have the honour to acknowledge your telegram informing that in accordance resolutions of General Assembly of United Nations and the Ttreaty of Peace with Italy, United Kingdom of Libya was declared a free and independent State, and His Majesty King Mohamed Idris El Awal had acceded to the throne stop. I tender to your Excellency my best wishes for the prosperity of Lybia and avail myself of this opportunity to express to you the assurance of my highest consideration.
[assinado] Paulo Cunha.
AHD 2ºP, PEA M162

Telegrama assinado por Aly Essad Gerbi, Primeiro Ministro e Ministro dos Negócios Estrangeiros ad Ínterim para o Ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal, datado de Tripoli 19 de Janeiro de 1952.

On behalf of the government and people of Lybia I convey to your Excellency heartfelt thanks for your kind congratulations on occasion of independence of Lybia. I avail myself of this opportunity to express to you the assurance of my high consideration and esteem.
[Ass.] Aly Essad Gerbi, Prime Minister and Minister of Foreign Affairs Ad Interim.
AHD 2ºP, PEA M162