Perguntas Frequentes – PECMNE

1. Esclarecimentos e Ajuda

A - Gostaria de receber esclarecimentos ou ajuda sobre o PECMNE. O que devo fazer?

Antes de consultar o Instituto Diplomático (IDI) sobre quaisquer questões relativas a estágios, leia atentamente as seguintes questões.

Enviar um e-mail para o endereçoEste endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. com a sua solicitação e contactos.

Caso este não seja atendido no prazo de dois dias úteis, deverá entrar em contacto com o IDI, através do número de telefone 21 394 63 35, mencionando o título e remetente do e-mail que não obteve resposta.

Face às limitações de recursos disponíveis para o atendimento, só as solicitações apresentadas desta forma poderão obter resposta.

Nos últimos dois dias úteis de cada período de candidaturas, os pedidos de esclarecimento podem ser realizados directamente por via telefónica, sem necessidade de comunicação electrónica prévia. 

Quaisquer dúvidas comunicadas por via electrónica, que se encontrem previamente respondidas nestas “Perguntas Frequentes”, receberão como resposta um reencaminhamento para esta página.

 

2. Elegibilidade

A - É obrigatório estar inserido num programa académico (Licenciatura, Mestrado, Pós-Graduação e Doutoramento) durante todo o período do estágio? 

SIM. Sendo um Programa de Estágios Curriculares, o PECMNE só permite a realização de estágios realizados no âmbito de um ciclo de estudos do Ensino Superior.

B - Terminei este ano a minha Licenciatura/Mestrado é possível realizar um estágio curricular?

SIM. Desde que estejam reunidas as seguintes condições:

Tenha Terminado o ciclo de estudos universitário há menos de um ano;

A minha instituição académica se disponha a manter o seguro escolar activo e assinar um protocolo de estágio com o MNE;

Solicite a inclusão das actividades do estágio no "Suplemento ao Diploma".

C - Sou estudante estrangeiro. Posso realizar um estágio curricular no MNE?     

SIM. O PECMNE não apresenta limitações de nacionalidade quanto aos candidatos ou instituições envolvidas.  

D - Estou inserido num programa académico de uma Universidade estrangeira. Posso realizar um estágio curricular no MNE?     

SIM. O PECMNE não apresenta limitações de nacionalidade quanto aos candidatos ou instituições envolvidas.  Nestes casos o aluno deve sujeitar previamente o Protocolo de Estágio em língua inglesa (http://idi.mne.pt/images/estagios/protocolo_estag_eng.pdf ) à apreciação da sua faculdade e garantir (através de e-mail da Secretaria, ou Gabinete de Saídas Profissionais, enviado ao IDI) a disponibilidade da mesma para 

E - A minha universidade não pretende assinar o Protocolo de Estágio. Posso realizar um estágio curricular no MNE?     

NÃO. O reconhecimento do carácter curricular do estágio pela instituição académica é uma condição essencial para a realização de um estágio desta natureza.

F - Termino dentro de três meses a minha Licenciatura/Mestrado é possível fazer um estágio curricular de seis meses? 

NÃO. Pode, no entanto, candidatar-se para realizar um estágio com duração de três meses.

 

3. Condições

A - Posso realizar um estágio inferior a 3 meses?

SIM. Não existe um prazo mínimo para a realização de um estágio curricular. Contudo, uma disponibilidade temporal maior significa, habitualmente, maiores probabilidades de selecção para ocupar a vaga.

B - Posso realizar um estágio a tempo parcial?

SIM. Contudo, uma disponibilidade temporal maior significa, habitualmente, maiores probabilidades de selecção para ocupar a vaga.

C - De que ajudas posso beneficiar para a realização de um estágio curricular no MNE?

O MNE não suporta, subsidia ou comparticipa a realização destes estágios. Estes são estágios realizados com base voluntária e sem qualquer vínculo profissional, em que o MNE disponibiliza a estudantes vagas nos seus serviços, de modo a que se possam familiarizar com a acção do MNE e da diplomacia portuguesa.

D - É possível beneficiar do Programa Erasmus+ nos Estágios Curriculares do MNE? 

SIM. Seguindo os passos indicados em (http://idi.mne.pt/pt/programa-de-bolsas-erasmus.html). 

E - É o Instituto Diplomático que escolhe o docente que será o orientador do estágio? 

NÃO, é o estagiário/faculdade.

F - É obrigatória a entrega do comprovativo de matrícula/seguro escolar junto da candidatura?

NÃO, mas a sua entrega é obrigatória antes da entrevista.

 

4. Candidaturas

A - Tenho de apresentar uma ficha de candidatura por cada vaga?

SIM. Apenas a ficha destinada a uma vaga específica será encaminhada para apreciação do serviço.

B - É importante a resposta que dou às perguntas de motivação?

SIM. Na fase da ponderação curricular apenas o CV e as perguntas de motivação poderão servir como “cartão-de-visita” para o estagiário. Um menor cuidado na resposta a estas questões significa, muitas vezes, a sua exclusão da fase de entrevistas. 

C - Posso copiar as respostas que dei às perguntas de motivação para todas as minhas candidaturas, de modo a que todas fiquem iguais?

SIM. Contudo, há a realçar que as primeiras duas questões são genéricas e relativas ao MNE, pelo que não existe problema em que sejam iguais. As duas últimas questões, porém, são direccionadas ao interesse no serviço específico, pelo que o seu não-preenchimento ou uma resposta genérica pode indiciar desinteresse ou desconhecimento sobre as matérias e assuntos do serviço. Estas resposta são, frequentemente, causa de não selecção do candidato para a entrevista.

D - Como devo preencher a minha lista de preferências de vagas nas fichas de candidatura?

Todas as fichas de candidatura do mesmo candidato deverão ter a mesma ordem. Assim, esta deverá ser enumerada por ordem decrescente de interesse (Ex: 1º vaga E4; 2º vaga I9; 3º vaga I1). A vaga da ficha de candidatura apresentada deve constar na ordenação. O incumprimento deste requisito de candidatura pelo candidato implicará a sua colocação no primeiro serviço que o selecionar e não no serviço da sua preferência.

E - Como devo calcular as horas que tenho disponíveis para estagiar?

Verificar as horas disponíveis no horário semanal e dividir esse número por cinco, para coincidir com os dias úteis.

 

5. Entrevistas e Selecção

A - Quem agenda as entrevistas do PECMNE?

O IDI agenda as entrevistas para todo o MNE. Por essa razão, o facto de ser contactado pelo IDI não significa que a entrevista decorrerá nas suas instalações. Quando contactado para entrevista, será informado o serviço que o pretende entrevistar e sobre qual o acesso ao MNE que deverá utilizar (Entrada do Largo do Rilvas; Entrada do Protocolo ao Jardim das Necessidades; Palácio da Cova da Moura; Infante Santo 42), devendo à entrada solicitar indicações.

B - Quantas entrevistas irei realizar?

Uma por candidatura, caso seja selecionado para todas as opções indicadas.

C - Fui selecionado por um serviço, mas pretendo apresentar-me às outras entrevistas para as quais fui selecionado. O que fazer?

Comunicar ao IDI essa intenção. Caso seja a sua primeira opção o Serviço do MNE poderá passar imediatamente à selecção do candidato seguinte na lista de ordenação. Caso não seja, o Serviço deverá esperar pela selecção dos serviços listados preferencialmente pelo candidato.

D - Fui selecionado por um serviço e não pretendo apresentar-me às outras entrevistas para as quais fui selecionado. O que fazer?

Comunicar ao IDI essa intenção, que procederá à formalização do estágio no serviço selecionado.

E - Como devo proceder se residir longe de Lisboa ou se tiver disponibilidade limitada para me deslocar ao MNE?

Deve informar o IDI do facto, de modo a que as entrevistas nos vários serviços que o pretendem entrevistar sejam concentradas de modo a permitir o mínimo de deslocações ao MNE.

F - Quem seleciona os estagiários?

Cada serviço procede à selecção dos seus estagiários. O Instituto Diplomático procede apenas à concertação do programa e à selecção dos estagiários das suas vagas de estágio.

G - O que devo referir na entrevista?

Disponibilidade de tempo, épocas de exames, férias da universidade, etc.

 

6. Formalização

A - Como se processa a formalização do Estágio?

1.IDI envia ao candidato seleccionado a proposta de protocolo de estágio (versão electrónica);

2.Aluno preenche com os seus dados e envia (versão electrónica) ao serviço académico competente;

3.Serviço académico competente envia versão electrónica (doc) ao IDI por e-mail;

4.IDI verifica as alterações e procede a nova proposta (regresso ao ponto 2);

5.IDI concorda com alterações e submete (versão papel) à assinatura SG-MNE;

6.IDI solicita assinatura (versão papel) do estagiário;

7.IDI remete ao serviço académico competente a versão em papel para assinatura do responsável;

8.Serviço académico competente envia exemplar ao IDI (ou dois, no caso de pretender que IDI remeta exemplar do estagiário).

Nota: Nos casos de procedimentos já estabelecidos e sedimentados entre o MNE e as instituições académicas, prevalecerá a prática habitual.

 

B - É necessária a assinatura de três versões do protocolo? 

SIM. É imprescindível que cada um dos signatários guarde um exemplar.

 

C- O que tenho de preencher no meu protocolo de estágio?

Todos os meus dados em todos os locais solicitados (signatário na primeira e última páginas):

Nome
Morada
Curso


Serviço no qual irei estagiar (cláusula 4);

Duração do estágio e data de início e conclusão do mesmo (cláusula 4);

Indicação do número de horas do estágio (cláusula 4);

Responsável do estágio (após a entrevista e consulta ao IDI);

Nota – Todos os elementos devem ser preenchidos sem siglas.

 

D – O que tem a minha instituição académica de preencher no meu protocolo de estágio?

Todos os dados da instituição académica em todos os locais solicitados (signatário na primeira e última páginas):

Nome
Morada
Curso

Eventuais obrigações específicas da instituição académica (cláusula 5);

Signatário e título do mesmo.