No dia 17 de setembro de 2018, a Biblioteca da Rainha acolheu uma cerimónia evocativa dos 100 anos do nascimento de Alberto Franco Nogueira, antigo diplomata e Ministro dos Negócios Estrangeiros entre 1961 e 1969.

 

A cerimónia dedicada a Franco Nogueira teve como propósito formalizar a doação do seu espólio pessoal ao Arquivo Diplomático do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE). O imenso espólio foi doado pela sua filha, Aida Franco Nogueira, e inclui cartas secretas do Estado Novo e um manuscrito de Salazar.

Franco Nogueira foi uma figura multifacetada. Para além de diplomata e ministro, exerceu atividades de professor, crítico literário, escritor, biógrafo, pensador e administrador de empresas. Foi um defensor do regime e das colónias que que manteve relações de amizade ou proximidade com antissalazaristas e jornalistas pouco chegados ao regime.

O evento incluiu uma exposição e uma conferência que teve como oradores o Presidente do Instituto Diplomático, o Embaixador Freitas Ferraz, o Embaixador Marcello Mathias, o Professor Carlos Gaspar e a Professora Luísa Black.

Clique nos nomes para ler as apresentações do Embaixador Marcello Mathias, do Professor Carlos Gaspar ou da Professora Luísa Black.

Para mais informação sobre a vida desta importante personalidade da história portuguesa do século XX, consulte os artigos publicados na imprensa no Público, no Diário de Notícias ou no Observador, sendo este último uma homenagem prestada pelo P. Gonçalo Portocarrero de Almada

 

Amostra do Espólio de Franco Nogueira Conferência
 espolio_franco_nogueira.jpg  Conferencia Franco Nogueira