Após liderar todas as rondas de votações, António Vitorino foi eleito como Diretor-Geral da Organização Internacional para as Migrações.

Esta vitória traduz uma conjugação de vários fatores: a experiência e o mérito do candidato português nas matérias das migrações, a relevância desta temática para a política externa portuguesa e o bom trabalho da diplomacia portuguesa nesta candidatura. António Vitorino tinha como concorrentes a costa-riquenha Laura Thompson e o americano Ken Isaacs.

Para mais informação, ler comunicado oficial aqui.